Junho 15, 2024

Direito de Trânsito

Advogado DR ADAM OAB/SP 400.322

Guia Completo: Recurso de Multa Art. 228 – Sinalização Veicular Irregular

20 min read

A sua saga com a blitz e a temida multa por farol queimado ou luz de freio danificada te trouxe até aqui, né? Se você quer entender como recorrer da multa Art. 228 – recurso de multa de trânsito por usar no veículo dispositivo de iluminação e sinalização alterados ou desregulados – e se livrar dessa dor de cabeça, aperte o cinto e prepare-se para desvendar os segredos para recorrer com sucesso e manter seu carro 100% dentro da lei!

Principais Pontos: Recurso de Multa Art. 228 – Sinalização Veicular Irregular

  • Entenda seus direitos ao recorrer de uma multa por sinalização irregular.
  • Justifique seu recurso com provas claras, como fotos e documentos.
  • Verifique os prazos para recorrer e não perca a data limite.
  • Mantenha a calma e seja educado ao apresentar seu recurso.
  • Busque ajuda profissional se tiver dúvidas ou dificuldades no processo.

Como Recorrer Multa Art. 228 – Recurso de Multa de Trânsito por Usar no Veículo Dispositivo de Iluminação e Sinalização Alterados ou Desregulados

Você foi multado por causa dos faróis, lanternas ou setas do seu carro? Calma, você não está sozinho! Muita gente passa por isso, e a lei que fala sobre isso é a de número 228 do Código de Trânsito Brasileiro. Vamos entender melhor o que ela diz e, principalmente, como você pode recorrer dessa multa.

Entenda a Multa Art. 228 e Seus Impactos

Imagine que você está dirigindo à noite e, de repente, um carro na sua frente está com a luz de freio mais forte que o normal, ofuscando sua visão. Ou então, durante o dia, um carro com faróis auxiliares acesos sem necessidade. Perigoso, não é? Pois é exatamente isso que o Artigo 228 do CTB quer evitar. Ele proíbe o uso de qualquer dispositivo de iluminação ou sinalização que não seja original do veículo ou que esteja em desacordo com as normas.

O Que Diz a Lei Sobre Dispositivos de Iluminação e Sinalização?

A lei é clara: seu carro precisa estar com as luzes em perfeito estado e funcionando de acordo com as regras. Nada de instalar luzes diferentes, xenon fora das especificações, faróis auxiliares ligados indevidamente ou lanternas queimadas. Isso porque a iluminação e a sinalização do veículo são essenciais para a segurança de todos no trânsito, desde motoristas e passageiros até pedestres e ciclistas.

Quais as Consequências de Dirigir com Veículo Irregular?

Dirigir com o carro “maquiado” nas luzes pode te trazer algumas dores de cabeça. A primeira delas é a multa. E não é uma multa qualquer, viu? Estamos falando de uma infração grave.

Pontos na CNH e Valor da Multa

A infração do Artigo 228 gera:

Penalidade Descrição
Natureza da infração: Grave
Pontos na CNH: 5 pontos
Valor da multa: R$ 195,23

Além disso, você ainda corre o risco de ter o seu carro retido para regularização. Ou seja, além do prejuízo financeiro, ainda terá o inconveniente de ficar sem o carro até que tudo esteja em ordem.Mas calma! Se você recebeu uma multa por esse motivo e acredita que ela é injusta, você tem o direito de se defender. É aqui que entra o recurso. Através dos recursos de multas, você pode contestar a autuação e evitar as penalidades.Antes de mais nada, é crucial ter certeza de que você realmente está sendo penalizado injustamente. Para isso, você precisa entender bem as leis de trânsito. O Código de Trânsito Brasileiro atualizado detalha todas as regras e regulamentações que você precisa conhecer para dirigir com segurança e evitar multas. É fundamental que você esteja por dentro das infrações de trânsito para garantir que você esteja dirigindo dentro da lei. Saber quais ações podem gerar multas é o primeiro passo para evitá-las.Lembre-se: o objetivo da lei não é punir, mas sim garantir a segurança no trânsito. Portanto, mantenha seu carro em dia, dirija com atenção e responsabilidade, e boa viagem!

Você Foi Multado? Saiba o Que Fazer!

Dirigir com atenção e responsabilidade é fundamental para um trânsito mais seguro, mas imprevistos acontecem e você pode acabar recebendo uma multa de trânsito. Se deparar com essa situação pode ser frustrante, principalmente quando envolve o Artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro, que trata de dispositivos de iluminação e sinalização. Fique tranquilo, este guia prático te ajudará a entender seus direitos e como recorrer da multa de forma eficiente.

Dicas Essenciais Para o Recebimento da Notificação

A jornada para recorrer de uma multa começa com a notificação da infração. Fique atento a alguns pontos importantes: Prazo de Entrega: A notificação deve chegar às suas mãos dentro de 30 dias após a infração, caso contrário, a multa pode ser invalidada. Informações Essenciais: A notificação precisa conter informações claras e precisas sobre a infração, como data, hora, local, artigo infringido e placa do veículo. Forma de Notificação: Você pode ser notificado por via postal (correios) ou por meio eletrônico, caso tenha optado pelo Sistema de Notificação Eletrônica (SNE). Verifique cuidadosamente todos os detalhes da notificação para ter certeza de que estão corretos e se você realmente cometeu a infração.

Como Identificar Erros na Autuação e Abrir um Recurso

Antes de iniciar o processo de recurso, analise minuciosamente a notificação e procure por possíveis erros. As vezes, um pequeno erro pode ser a chave para cancelar a multa. Confira alguns pontos que podem conter erros: Dados do Veículo: Placa, marca, modelo e cor do veículo devem estar corretos. Local da Infração: Verifique se o local descrito na notificação condiz com o local onde a infração supostamente ocorreu. Artigo Infringido: Certifique-se de que a descrição da infração condiz com o artigo do Código de Trânsito Brasileiro mencionado. Data e Hora: As informações de data e hora precisam ser precisas.Ao encontrar qualquer irregularidade, você tem o direito de contestá-la. A defesa bem estruturada aumenta suas chances de sucesso no recurso.

Documentos Necessários Para Recorrer da Multa

Para dar entrada no processo de recurso, é essencial reunir a documentação correta. Tenha em mãos cópias autenticadas dos seguintes documentos:

Documento Descrição
Notificação da Multa Comprovante de recebimento da notificação da penalidade.
CNH ou Documento de Identificação Carteira Nacional de Habilitação ou documento oficial com foto.
CRLV do Veículo Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo multado.
Comprovante de Residência Documento que comprove seu endereço atualizado.
Outros Documentos Fotos, vídeos ou quaisquer outros documentos que sirvam como prova e argumento para sua defesa.

É importante organizar seus documentos de forma clara e objetiva para facilitar a análise do seu recurso. Lembre-se de que entender o Código de Trânsito Brasileiro e manter-se atualizado sobre as leis de trânsito é fundamental. Saber como recorrer de multas faz parte de ser um motorista consciente. As vezes, recorrer de multas de trânsito pode parecer complicado, mas com a informação correta e organização, você aumenta suas chances de sucesso.

Como Recorrer Multa Art. 228: Passo a Passo Completo

Você foi multado por usar no seu veículo dispositivo de iluminação e sinalização alterados ou desregulados (Art. 228 do CTB)? Calma, você pode recorrer e, quem sabe, se livrar dessa multa! Acompanhe este guia completo e descubra como:

Juntando Provas e Argumentos Consistentes Para Sua Defesa

Antes de começar o passo a passo, é importante ter em mente que um recurso bem fundamentado tem mais chances de sucesso. Para isso, reúna provas e argumentos fortes para fortalecer sua defesa.

Prazos e Recursos: Da Defesa Prévia ao Conselho Nacional

Entender os prazos e as etapas do processo é crucial. Você terá a oportunidade de se defender em diversas instâncias, desde a Defesa Prévia até o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN).

Dicas Para Aumentar Suas Chances de Sucesso no Recurso de Multa do Artigo 228

Você foi multado por usar no seu veículo dispositivo de iluminação ou sinalização alterados ou desregulados, infringindo o Artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro? Calma! Não precisa entrar em pânico. Você pode e deve recorrer dessa multa, buscando justiça e a garantia dos seus direitos como condutor. É importante entender que recorrer de uma multa de trânsito não é apenas uma questão de sorte. É preciso estar bem preparado e conhecer seus direitos para aumentar suas chances de sucesso. Para te ajudar nesse processo, separamos algumas dicas importantes que farão toda a diferença na hora de elaborar seu recurso.

Contando com o Apoio de Especialistas em Trânsito

Assim como você procura um médico quando está doente, contar com o apoio de especialistas em trânsito, como advogados especializados em direito de trânsito, pode ser a chave para o sucesso do seu recurso. Pense assim: você confia seu carro a um mecânico, certo? Da mesma forma, confiar seu recurso a um profissional com expertise em legislação de trânsito pode aumentar consideravelmente suas chances de um resultado positivo, poupando tempo, dinheiro e, principalmente, dores de cabeça.

Entenda o Funcionamento dos Órgãos Julgadores

Antes de começar a escrever seu recurso, é fundamental entender como funcionam os órgãos julgadores, como JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infrações) e CETRAN (Conselho Estadual de Trânsito). Eles são responsáveis por analisar seu recurso e decidir se a multa será mantida ou cancelada. Conhecer o funcionamento, prazos e procedimentos desses órgãos te dará uma visão mais clara do processo como um todo e te ajudará a elaborar um recurso mais completo e consistente. As particularidades do processo, como prazos e procedimentos, podem ser determinantes para o sucesso do seu recurso.

Como Elaborar uma Linha de Defesa Sólida

Para construir uma linha de defesa sólida para seu recurso, você precisa estar atento a alguns pontos cruciais. A estrutura do seu recurso é a base para o sucesso da sua defesa. Argumentos Consistentes: A sua defesa precisa ser clara, objetiva e baseada em argumentos sólidos. Use a legislação a seu favor, citando artigos do Código de Trânsito Brasileiro que se apliquem ao seu caso. Lembre-se: quanto mais embasado em leis e resoluções, mais forte será seu recurso. Apresentação de Provas: Se você possui provas que comprovem a inconsistência da multa, como fotos, vídeos ou documentos, não hesite em anexá-las ao seu recurso. As provas são suas aliadas e podem ser o diferencial para reverter a situação. Organização é Essencial: Um recurso bem organizado demonstra cuidado e respeito pelo processo. Utilize uma linguagem clara, objetiva e formal. Seja conciso em seus argumentos e evite o uso de linguagem informal, gírias ou termos técnicos que você não domine completamente.

Aspectos da Multa Pontos para sua Defesa
Descrição da Infração (Artigo 228) Verifique se a descrição da infração na notificação condiz com o ocorrido e se a sinalização do local estava adequada e visível. Qualquer erro na descrição da infração pode ser usado a seu favor.
Dispositivo de Iluminação/Sinalização Especifique qual dispositivo estava supostamente alterado ou desregulado, apresentando provas (fotos, laudo técnico, etc.) que demonstrem a regularidade ou a inexistência da alteração no momento da autuação.
Data, Hora e Local da Infração Conferir a data, hora e local da infração são muito importantes. Confirme se as informações na notificação estão corretas e se você realmente estava no local no momento da suposta infração. Qualquer divergência pode ser um argumento crucial.

Lembre-se, você tem o direito de questionar a autuação e buscar a revisão da penalidade. A falta de conhecimento da legislação de trânsito não pode ser usada contra você. É seu direito buscar informações e entender como funciona o processo para recorrer com mais segurança e chances de sucesso.

Como Recorrer de Multa Art. 228 – Recurso de Multa de Trânsito por Usar no Veículo Dispositivo de Iluminação e Sinalização Alterados ou Desregulados

Você recebeu uma multa com base no Artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)? Fique tranquilo, este artigo vai te explicar tudo sobre essa infração e, mais importante, como recorrer e, quem sabe, se livrar dessa multa!

Mantenha Seu Carro em Dia e Evite Dor de Cabeça

Imagine a seguinte situação: você está dirigindo à noite, voltando para casa depois de um longo dia, quando, de repente, luzes piscando no seu retrovisor. É a polícia te parando! Você pode até estar respeitando todas as leis de trânsito, mas e se o problema for com a iluminação do seu carro?

Guia Prático Para a Manutenção da Sinalização Veicular

Manter a sinalização do seu veículo em dia não é só uma questão de evitar multas, mas, principalmente, de garantir a sua segurança e a de todos que dividem a estrada com você. Pense na seguinte situação: você está dirigindo em uma estrada escura e chuvosa e, de repente, o carro à sua frente freia bruscamente. Se as suas luzes de freio estiverem queimadas, a chance de você não conseguir frear a tempo e causar um acidente aumenta consideravelmente.

Importância da Revisão Preventiva Para Evitar Multas

A revisão preventiva do seu carro é a melhor forma de evitar surpresas desagradáveis, como multas e, pior ainda, acidentes.

Dicas de Segurança Para Você e Seus Passageiros

Cuidar da sinalização do seu veículo é cuidar da sua segurança e da segurança de quem você ama. Para te ajudar, aqui vão algumas dicas: Verifique as luzes regularmente: Antes de cada viagem, mesmo que seja um trajeto curto, faça uma checagem rápida nas luzes do seu carro. Isso inclui faróis (alto e baixo), lanternas, luzes de freio, luzes de ré, setas e luz de placa. Faça a manutenção em dia: A cada revisão do seu carro, peça ao mecânico para verificar o estado geral da fiação, das lâmpadas e das lentes dos faróis. Cuidado com a adaptação: Evite instalar acessórios não originais no seu veículo, especialmente quando se trata de iluminação. A instalação inadequada de faróis de milha, LEDs de alta potência ou lâmpadas de xênon, por exemplo, pode gerar ofuscamento para outros motoristas e resultar em multas.

Entendendo a Multa Art. 228 do CTB

Agora que você já entendeu a importância de manter a sinalização do seu carro em perfeito estado, vamos falar especificamente sobre a multa do Artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro. Essa multa, considerada de natureza grave, se aplica a você que utiliza no seu veículo algum dispositivo de iluminação ou sinalização que esteja em desacordo com a legislação de trânsito. Mas o que isso significa na prática? Para facilitar, vamos analisar a tabela abaixo:

Dispositivo Descrição da Infração
Faróis Utilizar faróis de xênon em veículos não homologados, faróis auxiliares (milha) acesos em conjunto com o farol alto, faróis desregulados que ofusquem outros condutores, lâmpadas queimadas ou com cor diferente da permitida.
Lanternas Lanternas queimadas, danificadas ou com a luminosidade inadequada, utilizar películas escuras nas lanternas traseiras.
Luzes de Freio Luzes de freio queimadas ou com intensidade reduzida, utilizar lâmpadas de LED em lanternas não projetadas para esse tipo de lâmpada.
Setas (pisca-alerta) Setas queimadas, piscando em ritmo diferente do padrão ou com a cor alterada.
Luz de Ré Luz de ré queimada ou com a cor diferente da branca.
Luz de Placa Luz de placa queimada, o que impede a visualização da placa à noite.

Vale lembrar que a legislação de trânsito, incluindo as especificações sobre iluminação e sinalização veicular, pode sofrer alterações. Por isso, é fundamental estar sempre atualizado. Você pode consultar as leis de trânsito mais recentes e se manter informado.

Como Recorrer da Multa Art. 228

Receber uma multa nunca é agradável, mas, antes de se desesperar, saiba que você tem o direito de recorrer e tentar reverter a penalidade e, em alguns casos, até mesmo cancelar a multa. O processo de recurso é dividido em etapas administrativas e, caso necessário, pode se estender à esfera judicial.

Defendendo seus Direitos: O Poder do Recurso

O direito de recorrer de uma multa de trânsito é uma garantia fundamental do cidadão, assegurada pela Constituição Federal. Isso significa que você tem a oportunidade de se defender, apresentar seus argumentos e contestar a autuação que considera injusta ou equivocada.

Passo a Passo Para Recorrer da Multa

1. Notificação da Autuação: Tudo começa quando você recebe a notificação da autuação, um documento formal informando sobre a multa. Nele, constam informações importantes, como a data, o horário e o local da infração, além da descrição da infração, a qual embasa a multa.2. Defesa Prévia: Ao receber a notificação, você tem um prazo para apresentar a Defesa Prévia, um recurso inicial no qual pode contestar a autuação, apontando possíveis erros formais na autuação, como por exemplo: Erros na identificação do veículo ou do condutor; Divergências na placa, marca ou modelo do veículo; Incorreções na data, horário ou local da infração. 3. Notificação de Imposição de Penalidade: Caso a sua Defesa Prévia seja indeferida, você receberá a Notificação de Imposição de Penalidade, confirmando a multa e abrindo novo prazo para recurso.4. Recurso em Primeira Instância: Nessa fase, você pode apresentar um recurso à JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infrações), um órgão colegiado responsável por reavaliar as penalidades. Aqui, seus argumentos devem ser mais robustos, incluindo provas e documentos que comprovem a sua razão. 5. Recurso em Segunda Instância: Se o recurso à JARI não for bem-sucedido, você ainda pode recorrer ao CETRAN (Conselho Estadual de Trânsito). Esse é o último recurso administrativo. 6. Recurso Judicial: Em último caso, se você já tiver esgotado todas as instâncias administrativas, ainda é possível recorrer à justiça comum.

Elaborando um Recurso Consistente

Para aumentar suas chances de sucesso, é fundamental elaborar um recurso bem-fundamentado, claro e objetivo, apresentando argumentos sólidos e, se possível, acompanhados de provas. Lembre-se: Linguagem Formal: Utilize linguagem formal e respeitosa, sem gírias ou expressões informais. Organização: Organize seus argumentos de forma lógica e coerente, utilizando tópicos e parágrafos para facilitar a leitura. Fundamentação Legal: Baseie seus argumentos na legislação de trânsito, citando os artigos do Código de Trânsito Brasileiro que sustentam sua defesa. Provas: Anexe ao recurso todas as provas que você tiver para comprovar os seus argumentos, como fotos, vídeos, laudos técnicos, etc.

Dicas Essenciais Para Recorrer com Sucesso

Recorrer de uma multa de trânsito, especialmente a do Artigo 228, exige atenção aos detalhes, conhecimento da legislação e, acima de tudo, persistência. Pensando nisso, separei algumas dicas importantes que podem fazer toda a diferença no resultado do seu recurso: Mantenha a Calma e Não Desanime: Receber uma multa pode ser frustrante, mas mantenha a calma e não deixe que isso te desanime. Respire fundo, leia com atenção a notificação da autuação e os seus direitos. Junte Provas: As provas são suas maiores aliadas em um processo de recurso. Fotografe o local da infração, o seu veículo, os dispositivos de iluminação e sinalização. Se possível, faça vídeos que demonstrem o funcionamento dos equipamentos. Busque Ajuda Especializada: Se você se sentir inseguro para elaborar o recurso por conta própria ou se o caso for muito complexo, considere a possibilidade de buscar a ajuda de um profissional especializado em direito de trânsito.

Como Recorrer Multa Art. 228 – Recurso de Multa de Trânsito por Usar no Veículo Dispositivo de Iluminação e Sinalização Alterados ou Desregulados

Você está dirigindo tranquilamente e, de repente, luzes piscando no seu retrovisor. É a polícia, e você acabou de receber uma multa por causa dos faróis do seu carro. Acontece, né? Mas calma, essa situação pode não ser o fim do mundo. Se você acredita que a multa foi injusta, você tem o direito de recorrer. É sobre isso que vamos falar hoje: como recorrer da multa por usar no veículo dispositivo de iluminação e sinalização alterados ou desregulados, prevista no artigo 228 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Legislação de Trânsito: Conhecimento Essencial Para Todo Motorista

Imagine o CTB como um guia para um trânsito mais seguro e organizado, com regras para motoristas, pedestres, ciclistas… Enfim, para todos! E entender esse guia é essencial para dirigir com mais segurança e evitar multas.

Direitos e Deveres do Cidadão no Trânsito

Assim como você tem o direito de ir e vir, você também tem deveres no trânsito, como respeitar a sinalização e os limites de velocidade. E para te ajudar a entender tudo direitinho sobre suas responsabilidades como condutor, você pode se aprofundar no Código de Trânsito Brasileiro, afinal, conhecimento é a chave para um trânsito mais seguro e tranquilo!

Mantenha-se Informado Sobre as Leis e Evite Penalidades

As leis de trânsito estão sempre evoluindo para garantir um trânsito mais seguro para todos, por isso é fundamental estar sempre atualizado. Manter-se informado sobre as leis de trânsito e as penalidades vai te ajudar a evitar surpresas desagradáveis.

Recursos Disponíveis Para o Condutor Consciente

Ninguém gosta de ser multado, não é mesmo? Mas, se acontecer, saiba que você tem o direito de se defender. Continue lendo para saber mais!

Entendendo a Multa do Artigo 228 do CTB

A multa por usar no veículo dispositivo de iluminação e sinalização alterados ou desregulados, prevista no artigo 228 do CTB, é aplicada quando o seu veículo apresenta problemas nos faróis, lanternas, luzes de freio ou qualquer outro dispositivo de iluminação ou sinalização. Mas o que isso significa na prática? Faróis desregulados: Se os seus faróis estiverem apontando para cima, ofuscando os outros motoristas, ou para baixo, comprometendo a sua visibilidade, você pode ser multado. Luzes queimadas: Andar com lâmpadas queimadas, seja dos faróis, lanternas ou luzes de freio, também configura infração. Uso de dispositivos não permitidos: Instalar luzes de neon, faróis auxiliares sem autorização ou qualquer outro dispositivo não permitido por lei pode resultar em multa.

Por Que Essa Lei é Tão Importante?

A iluminação e a sinalização do seu veículo são essenciais para a sua segurança e a dos outros motoristas e pedestres. Faróis regulados garantem visibilidade adequada durante a noite e em condições climáticas adversas, enquanto as luzes de sinalização indicam suas intenções aos demais, como frear ou mudar de faixa.

Penalidades e Consequências

A multa por infringir o artigo 228 do CTB é considerada grave, o que significa: Valor da multa: R$ 195,23 Pontos na carteira: 5 pontosAlém disso, seu veículo pode ser retido para regularização.

Como Recorrer da Multa do Artigo 228

Recebeu uma multa por causa dos faróis do seu carro e acredita que ela é injusta? Calma! Você pode recorrer e tentar reverter a situação.

Passo a Passo Para Recorrer:

1. Junte as provas: Anotou o número da viatura, tirou fotos do local ou tem algum documento que comprove que a autuação foi indevida? Reúna todas as provas que você tiver! 2. Apresente sua defesa prévia: Você pode apresentar sua defesa prévia à autoridade de trânsito que aplicou a multa. Nesse documento, você vai explicar os motivos pelos quais você discorda da autuação. 3. Aguarde o resultado: Após analisar sua defesa, o órgão de trânsito vai te enviar uma resposta. Se a sua defesa for aceita, parabéns! Você não precisa pagar a multa. 4. Recorra novamente, se necessário: Se a sua defesa prévia for negada, não desanime! Você ainda pode recorrer à JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infrações) ou ao CETRAN (Conselho Estadual de Trânsito).

Dicas Para um Recurso Eficaz:

Seja claro e objetivo: Explique de forma direta os motivos pelos quais você está recorrendo. Use linguagem formal: Nada de gírias ou linguagem informal no seu recurso. Anexe documentos que comprovem suas alegações: Fotos, comprovantes de pagamento, laudos técnicos… Tudo o que puder fortalecer sua defesa é válido! Busque ajuda profissional: Se você estiver com dificuldades para elaborar seu recurso, procure a ajuda de um profissional especializado em direito de trânsito. Lembre-se, recorrer de uma multa exige atenção e conhecimento das leis de trânsito. Se precisar de ajuda para entender melhor os seus direitos e como proceder, recorrer de multas e evitar penalidades no trânsito pode ser o caminho para evitar dores de cabeça.

Dicas Extras Para Evitar Multas Relacionadas à Iluminação e Sinalização

Prevenir é sempre melhor do que remediar, certo? Então, confira algumas dicas para manter a iluminação e a sinalização do seu carro em dia e evitar multas: Faça revisões periódicas: Leve seu carro a um mecânico de confiança regularmente para verificar o funcionamento de todas as luzes e fazer os reparos necessários. Verifique as lâmpadas: Tenha sempre lâmpadas reservas no carro e saiba como trocá-las. Cuidado na hora de instalar acessórios: Quer personalizar seu carro com luzes extras? Certifique-se de que a instalação está de acordo com a legislação e procure um profissional especializado. Atenção na hora da compra: Ao comprar um carro usado, verifique cuidadosamente o funcionamento de todas as luzes e se elas estão de acordo com as normas de trânsito. Manter-se informado sobre as infrações de trânsito mais comuns e como evitá-las é a melhor forma de garantir uma direção mais segura e responsável.

Outras Infrações e Recursos de Trânsito

O artigo 228 não é o único que causa dúvidas entre os motoristas. Diversas outras infrações podem te pegar de surpresa, e saber como recorrer delas é fundamental.

Recursos Administrativos: Sua Ferramenta Para Reverter Penalidades

Se você recebeu uma multa e acredita que ela foi aplicada injustamente, saiba que você pode recorrer! Os recursos administrativos de trânsito são uma ferramenta poderosa para reverter penalidades e garantir seus direitos como condutor.

Domine o Direito de Trânsito e Dirija Com Mais Confiança

Conhecer seus direitos e deveres como motorista é fundamental para evitar multas, penalidades e, principalmente, acidentes. Dominar o direito de trânsito e saber como gerenciar recursos de multas vai te proporcionar mais segurança e tranquilidade ao volante.

Consultando Suas Multas: Evite Surpresas Desagradáveis

Você sabia que é possível consultar suas multas pela internet? Essa é uma forma prática de consultar suas multas de trânsito e evitar surpresas como o vencimento do prazo de pagamento ou a inclusão do seu nome no cadastro de inadimplentes.

Entenda os Prazos Para Pagamento de Multas de Trânsito

Pagar suas multas em dia é essencial para evitar problemas com a justiça. Estar por dentro dos prazos para pagamento de multas de trânsito é crucial para evitar o acúmulo de juros e outras penalidades.

Desvendando o Recurso de Multa de Trânsito: Artigo 161

Estacionar em local proibido é uma infração comum, mas você sabe como recorrer de uma multa por essa infração? Desvendar os segredos do recurso de multa de trânsito relacionado ao artigo 161 pode te ajudar a reverter a situação e evitar multas.

Perguntas Frequentes

É possível recorrer da multa do Artigo 228?

Sim, você pode recorrer e tentar evitar a penalidade!

Posso dirigir com o carro mesmo com a sinalização irregular?

De jeito nenhum! Você pode ser multado de novo e até ter o veículo apreendido.

Como recorrer multa Art. 228 – Recurso de multa de trânsito por usar no veículo dispositivo de iluminação e sinalização alterados ou desregulados ?

Calma, vamos te ajudar! Entre com um recurso administrativo junto ao órgão que aplicou a multa.

Qual o prazo para recorrer da multa por sinalização irregular?

Você tem um tempinho! Geralmente, são 30 dias a partir da notificação.

Quais argumentos usar no recurso da multa do Artigo 228?

Use fotos, testemunhas, tudo que comprove que a sinalização estava ok!

A multa por sinalização irregular gera pontos na CNH?

Sim! Prepare o seu coração… são 4 pontinhos e a multa é gravíssima!

O que acontece se eu não recorrer da multa?

Você terá que pagar a multa e os pontos serão adicionados à sua CNH.

Posso recorrer online?

Em alguns casos, sim! Verifique no site do Detran do seu estado.

Preciso de um advogado para recorrer da multa?

Não é obrigatório, mas pode te ajudar muito!

E se meu recurso for negado?

Calma! Você pode entrar com uma segunda instância de recurso.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CNPJ: 28.796.663/0001-83 Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo SP - CEP 01310-200 | Newsphere by AF themes.