recurso de multa embriaguez lei seca

defesa lei seca

Você sabia que dirigir alcoolizado pode suspenda sua CNH por até 12 meses? A recusa no teste do bafômetro tem as mesmas consequências. Estas penalidades são parte da Lei Seca para tornar as ruas seguras. Mas, existe defesa contra essas multas e punições?

Principais Destaques:

  • Entenda as principais infrações e penalidades da Lei Seca
  • Conheça as estratégias para contestar multas e suspensão da CNH
  • Saiba quando é necessário o auxílio de um advogado especializado
  • Descubra dicas para evitar problemas com a fiscalização da Lei Seca
  • Veja casos de sucesso em recursos contra multas por embriaguez ao volante

O que é a Lei Seca e como ela funciona

lei seca

A Lei Seca é o Código de Trânsito Brasileiro. Ela diz que quem bebe e dirige pode ter muitos problemas. Isso inclui ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por 12 a 24 meses e multas altas, podendo chegar a R$ 5.869,40. Se uma pessoa se nega a fazer o teste do bafômetro, ela também enfrenta essas consequências.

Penalidades por dirigir embriagado

Segundo informações, quem for pego dirigindo com álcool na mão terá sérias consequências. Entre elas está a

Suspensão da Carteira Nacional de Habilitação

por um ano, podendo chegar a dois anos se for pego de novo. Além disso, o infrator terá que pagar multas

Multas pesadas

de R$ 2.934,70. Esse valor pode chegar a R$ 5.869,40 se cometer a falha novamente enquanto estiver punido.

Para piorar, se o teste do bafômetro mostrar um índice de álcool de 0,34 miligramas por litro ou mais, o motorista pode enfrentar uma ação criminal. Aqui estão as

Possíveis penas de reclusão

Consequências de recusar o teste do bafômetro

Um primeiro aspecto a considerar é que não obrigam o motorista a realizar o teste do bafômetro. Todavia, o Código de Trânsito Brasileiro determina que quem se recusar a soprar sofrerá punições. Estas incluem a suspensão do direito de dirigir por 12 meses e uma multa de R$ 2.934,70.

Mesmas penalidades de dirigir embriagado

É essencial que os condutores entendam esta situação. A recusa no teste do bafômetro inevitavelmente leva às mesmas consequências de ser pego dirigindo alcoolizado. Ou seja, não fazer o teste não protege contra as penalidades da Lei Seca.

Defesa Lei Seca: Contestando as infrações

As multas por dirigir bêbado ou recusar o bafômetro são sérias, mas é possível contestá-las. A defesa pode questionar a legalidade dos procedimentos usados pelos policiais. Também pode mostrar provas contrárias, como laudos que provem não ter bebido. Isso vale em recursos de multa e na justiça.

Questionando a legalidade dos procedimentos

Um argumento forte é a contestação da legalidade das ações dos policiais. Isso inclui se eles seguiram todas as regras ao abordar e testar o motorista.

Apresentando provas contrárias

Outra opção é mostrar provas contrárias da inocência, como laudos independentes. Eles podem provar que o motorista não bebeu. Tais evidências são chaves para anular a multa e a penalidade.

Estratégias para recorrer de multas da Lei Seca

Recebeu uma multa por dirigir bêbado ou por recusar o teste? Saiba que dá para recorrer. As principais formas de contestar são o recurso administrativo e ações judiciais.

Recursos administrativos

Primeiramente, você pode entrar com um recurso administrativo. Nesse documento, deve-se questionar a forma como os agentes de trânsito agiram. Isso pode ser um caminho mais fácil e barato para reverter a multa.

Ações judiciais

Se o recurso não funcionar, você ainda tem uma saída. Pode entrar com uma ação judicial. Aqui, um advogado especializado argumentará com mais força para cancelar a multa.

O autor JOSÉ RICARDO ADAM, OAB/SP 400/322 é especializado em defesa de trânsito. Ele pode te ajudar a ter sucesso neste processo. Contate-o pelo WhatsApp (11) 98648-9080 ou e-mail ricardoadam@gmail.com.

Direitos do motorista durante a fiscalização

A Lei Seca traz punições fortes, mas os motoristas têm direitos durante a fiscalização. Por exemplo, não precisam fazer o teste do bafômetro se não quiserem. Mas, se recusar, é como se tivesse bebido e recebe as mesmas punições. O condutor deve ser tratado com respeito e ter direito ao devido processo legal.

Os direitos do motorista são importantes, mesmo com leis rígidas como a Lei Seca. Isso significa que ele não deve ser maltratado pelas autoridades. E que todas as etapas legais devem ser seguidas.

Se o motorista achar que seus direitos foram violados, é bom contatar um advogado especializado em direito de trânsito. Por exemplo, o Autor JOSÉ RICARDO ADAM, OAB/SP 400/322. Ele pode ajudar a defender os direitos do motorista.

Importância de contratar um advogado especializado

Ao enfrentar problemas com a Lei Seca, é vital ter um advogado especializado em direito de trânsito ao seu lado. Esse especialista deve mostrar que já ajudou em casos assim e ter profundo conhecimento das leis relacionadas. Com ele, as chances de reverter multas e outras penalidades aumentam muito.

Experiência em casos de trânsito

Um advogado com experiência em trânsito sabe olhar nos detalhes. Ele encontra erros nos processos da fiscalização. E isso é crucial para lutar de forma eficaz contra infrações da Lei Seca.

Conhecimento das leis e procedimentos

Ter mais que só experiência, um advogado especializado sabe tudo sobre as leis da Lei Seca. Consegue ver se algo está errado no uso dessas leis. E usar corretamente as leis pode virar o jogo em favor de quem o contrata.

Com ajuda especializada, plantar na defesa viável. Isso pode significar uma grande diferença para o motorista enfrentando a Lei Seca.

Como encontrar um bom advogado para defesa Lei Seca

Ao procurar um advogado para casos de Lei Seca, verifique sua reputação e especialização em direito de trânsito. Também é importante observar os custos e formas de pagamento disponíveis.

Assim, você garantirá um profissional qualificado e que caiba no seu bolso.

Pesquisar reputação e especializações

Veja os casos que o advogado já venceu. Isso é um bom sinal. Pergunte a outros clientes o que acharam do trabalho dele.

É essencial que o advogado seja especializado nessas questões.

Avaliar custos e formas de pagamento

Fale sobre os custos com o profissional. Peça para explicar como você pode pagar. Muitos aceitam parcelamento ou até mesmo só cobram se ganharem o caso.

Lembrando que JOSÉ RICARDO ADAM, OAB/SP 400/322 é um especialista. Você pode falar com ele via WhatsApp (11) 98648-9080 ou pelo e-mail ricardoadam@gmail.com.

Dicas para evitar problemas com a Lei Seca

A principal dica para não ter problemas com a Lei Seca é clara: não beber antes de dirigir. Se você bebeu, escolha outras formas de se locomover. Pode ser de táxi, usando aplicativos de carona ou até o transporte público. Isso ajuda a evitar as punições, como perder a carteira ou ter que pagar multas.

Não beber se for dirigir

Dirigir depois de beber é muito arriscado e pode causar acidentes graves. Se muitos de álcool for detectado, a sua penalidade pode ser dura. A multa pode chegar a R$ 5.869,40 e você pode ficar sem poder dirigir por um ano. Assim, a melhor saída é clara: evite beber se for dirigir.

Utilizar serviços de transporte alternativo

Se você bebeu, use formas alternativas de se locomover, como táxis ou aplicativos de carona. Além disso, o transporte público é uma boa opção. Isso garante que você chegue em segurança e evite problemas com a Lei Seca. As punições incluem a suspensão da CNH e multas altas.

Casos de sucesso em recursos de multa por embriaguez

As punições da Lei Seca são sérias, mas há histórias de vitória. Com advogados especializados, que examinam os processos, é possível vencer. Eles apresentam evidências que questionam a penalidade.

Advogado JOSÉ RICARDO ADAM, OAB/SP 400/322, é um especialista nessas situações. Ele conhece a fundo as leis e procedimentos. Seu trabalho tem ajudado motoristas a evitar as duras punições da Lei Seca.

Tem uma multa da Lei Seca? Fale com o advogado JOSÉ RICARDO ADAM. Você pode contatá-lo pelo WhatsApp (11) 98648-9080 ou e-mail ricardoadam@gmail.com. Ele fará uma análise e encontrará a melhor defesa para você.

Conclusão

A Lei Seca tem regras rígidas. Isso vale para quem dirige depois de beber ou nega a soprar o bafômetro. Mas, existem maneiras de lutar contra multas e suspensões de CNH. Isso inclui questionar os métodos usados e trazer evidências contra.

Para isso, é muito importante ter um advogado especializado em direito de trânsito. Esse profissional deve conhecer bem a Lei Seca e todas as leis relacionadas. O Advogado JOSÉ RICARDO ADAM, OAB/SP 400/322, é Especialista em Direito de Trânsito. Ele está no WhatsApp (11) 98648-9080 e seu E-mail é ricardoadam@gmail.com.

Com um advogado assim, o motorista tem mais chances de proteger seus direitos. Assim, ele pode evitar as punições pesadas da Lei Seca.

FAQ

O que é a Lei Seca e como ela funciona?

A Lei Seca é o Código de Trânsito Brasileiro. Ela pune quem dirige alcoolizado. Motoristas que se recusam ao teste do bafômetro também são afetados.

Quais são as penalidades por dirigir embriagado?

Se pego dirigindo embriagado, o motorista perde a CNH por 12 meses. A penalidade pode chegar a 24 meses na reincidência. A multa pode ser bem alta, indo até R$ 5.869,40. Se o exame der 0,34 mg/l ou mais, pode ser preso.

Quais são as consequências de recusar o teste do bafômetro?

Recusar o bafômetro traz as mesmas consequências de quem dirige bêbado. Isso leva a uma suspensão da CNH por 12 meses e multa de R$ 2.934,70.

Como é possível fazer a defesa contra as infrações da Lei Seca?

Para se defender, pode-se recorrer das multas e penalidades. Isso acontece com recursos administrativos, questionando a ação dos policiais, e ações judiciais para anular a infração.

Quais são as estratégias para recorrer de multas da Lei Seca?

Para recorrer, é importante usar recursos administrativos e processos judiciais. Dessa forma, busca-se cancelar a multa e as punições.

Quais são os direitos do motorista durante a fiscalização da Lei Seca?

O motorista não é obrigado a fazer o teste do bafômetro. Por outro lado, negar-se resulta nas mesmas punições de dirigir embriagado. Ele deve ser tratado com respeito e ter seus direitos garantidos na abordagem.

Por que é importante contratar um advogado especializado para a defesa na Lei Seca?

Um advogado especialista pode aumentar suas chances de sucesso. Com conhecimento das leis de trânsito, ele sabe como contestar multas e penalidades.

Como encontrar um bom advogado para a defesa na Lei Seca?

Na busca por um advogado, olhe a reputação e especialização deles. Importante também considerar os valores cobrados e formas de pagamento. Isso ajuda a escolher um profissional competente e acessível financeiramente.

Quais são as dicas para evitar problemas com a Lei Seca?

Evitar beber e dirigir é a dica principal. Se beber, use táxis, aplicativos de carona ou transporte público. Isso evita as penalidades da Lei Seca.

Existem casos de sucesso em recursos de multa por embriaguez ao volante?

Com uma boa defesa, é possível vencer. Advogados especializados conseguem questionar as medidas e trazer evidências contrárias. Assim, muitos motoristas têm seus direitos restabelecidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *